Os Cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador. Ao utilizar os nossos serviços, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.

Em Destaque
Vila Nova de Famalicão

Bloco de Esquerda elege nova Coordenadora Concelhia, por uma Cidadania Positiva

2018-04-16

Política

Texto:
Bloco de Esquerda

Fotografia de:
Web




A Lista “Lutar por uma Cidadania Positiva” foi eleita com 78% dos votos dos aderentes do Bloco de Esquerda de Vila Nova de Famalicão.

O processo eleitoral relativo à Comissão Coordenadora Concelhia de Vila Nova de Vila Nova de Famalicão encerrou no passado sábado, dia 14 de Abril de 2018. O ato eleitoral teve lugar na sede local do Bloco de Esquerda, entre as 15 e as 17 horas.

A Lista “Lutar por uma Cidadania Positiva” foi eleita com 78% dos votos dos aderentes do Bloco de Esquerda de Vila Nova de Famalicão.

Composta por dez membros, a Lista apresentou-se por ordem alfabética, com uma idade média de 39,5 anos, 40% de mulheres e 60% de membros aderentes de continuidade.

A respetiva moção de orientação política, subscrita pela mandatária Raquel Azevedo, anuncia cinco objetivos prioritários: aproveitar a experiência acumulada e atualizar a participação política, introduzir uma orgânica propícia a dinâmicas internas mais participadas e colaborativas, apostar na implantação do Bloco de Esquerda no concelho e na captação de aderentes, reforçar o Bloco de Esquerda nas freguesias de Vila Nova de Famalicão e otimizar a relação entre as estruturas internas.

A Coordenadora Concelhia do Bloco de Esquerda de Vila Nova de Famalicão é hoje integrada por Adelino Mota, reformado, 62 anos, Riba d’Ave; Adriana Pinho, professora, 32 anos, Vermoim; Ana Marcelino, professora, 46 anos, Landim; Hélder Pereira, impressor gráfico e serigráfico, 38 anos, Oliveira Sta. Maria; Hugo Sampaio, técnico de manutenção, 30 anos, Castelões; Inês Granja Costa, advogada, 26 anos, V. N. de Famalicão; Joaquim Cântara, gestor de área, 46 anos, Calendário; Paulo Costa, oficial de justiça, 52 anos, Landim; Raquel Azevedo, sindicalista, 33 anos, Joane; Ruben Santos, arquitecto, 29 anos, V. N. de Famalicão.

Numa síntese equilibrada entre membros honorários e membros de uma nova geração, a Lista eleita tornou pública “a decisão unânime de designar o(s) seu(s) porta-voz(es) apenas em momento posterior à eleição”, de acordo com as práticas internas do partido.



Vila Nova de Famalicão

Bloco de Esquerda elege nova Coordenadora Concelhia, por uma Cidadania Positiva

2018-04-16

Política

Texto:
Bloco de Esquerda

Fotografia de:
Web


Rádio Online

No Ar:
Próxima:


A Lista “Lutar por uma Cidadania Positiva” foi eleita com 78% dos votos dos aderentes do Bloco de Esquerda de Vila Nova de Famalicão.

O processo eleitoral relativo à Comissão Coordenadora Concelhia de Vila Nova de Vila Nova de Famalicão encerrou no passado sábado, dia 14 de Abril de 2018. O ato eleitoral teve lugar na sede local do Bloco de Esquerda, entre as 15 e as 17 horas.

A Lista “Lutar por uma Cidadania Positiva” foi eleita com 78% dos votos dos aderentes do Bloco de Esquerda de Vila Nova de Famalicão.

Composta por dez membros, a Lista apresentou-se por ordem alfabética, com uma idade média de 39,5 anos, 40% de mulheres e 60% de membros aderentes de continuidade.

A respetiva moção de orientação política, subscrita pela mandatária Raquel Azevedo, anuncia cinco objetivos prioritários: aproveitar a experiência acumulada e atualizar a participação política, introduzir uma orgânica propícia a dinâmicas internas mais participadas e colaborativas, apostar na implantação do Bloco de Esquerda no concelho e na captação de aderentes, reforçar o Bloco de Esquerda nas freguesias de Vila Nova de Famalicão e otimizar a relação entre as estruturas internas.

A Coordenadora Concelhia do Bloco de Esquerda de Vila Nova de Famalicão é hoje integrada por Adelino Mota, reformado, 62 anos, Riba d’Ave; Adriana Pinho, professora, 32 anos, Vermoim; Ana Marcelino, professora, 46 anos, Landim; Hélder Pereira, impressor gráfico e serigráfico, 38 anos, Oliveira Sta. Maria; Hugo Sampaio, técnico de manutenção, 30 anos, Castelões; Inês Granja Costa, advogada, 26 anos, V. N. de Famalicão; Joaquim Cântara, gestor de área, 46 anos, Calendário; Paulo Costa, oficial de justiça, 52 anos, Landim; Raquel Azevedo, sindicalista, 33 anos, Joane; Ruben Santos, arquitecto, 29 anos, V. N. de Famalicão.

Numa síntese equilibrada entre membros honorários e membros de uma nova geração, a Lista eleita tornou pública “a decisão unânime de designar o(s) seu(s) porta-voz(es) apenas em momento posterior à eleição”, de acordo com as práticas internas do partido.