Oliveira São Mateus

CDT NA PRIMEIRA LIGA DOS EQUIPAMENTOS DESPORTIVOS

2017-06-02

Economia




Paulo Cunha inaugurou novas instalações da empresa famalicense em Oliveira S. Mateus

O Moreirense e o Tondela, da I Liga de Futebol, são dois dos clubes desportivos com equipamentos assinados pela CDT. Mas esta marca famalicense veste muitas outras equipas que disputam os campeonatos nacionais de futebol e de outras modalidades, como sejam o andebol, o futsal e o hóquei em patins.

O Grupo Desportivo de Natação e o Futebol Clube de Vermoim, ambos de Vila Nova de Famalicão, também já não dispensam a qualidade e o conforto que a CDT confere aos seus atletas, contribuindo para a conquista de bons resultados desportivos. De resto, são muitas as coletividades de pequena dimensão que integram a carteira de clientes da empresa.

Criada em 2012 por Bruno Salgado, a CDT inaugurou neste sábado, 27 de maio, novas instalações industriais, construídas de raiz, em Oliveira S. Mateus, Vila Nova de Famalicão, numa cerimónia presidida pelo edil de Vila Nova de Famalicão, Paulo Cunha. Este investimento, avaliado em 300 mil euros, assenta numa estratégia de expansão da marca de equipamentos desportivos. “Queremos ser uma referência em Portugal, diferenciando-nos pela qualidade e pelo arrojo. As novas tecnologias permitem-nos sair do padrão e ser arrojados e com isso tentamos cativar o cliente”, disse o empresário perante os convidados presentes na sessão de inauguração.

A empresa, que conta com seis colaboradores, desenha e desenvolve equipamentos ou linhas de vestuário exclusivos para cada clube, apostando na produção nacional e recorrendo a matérias-primas também elas portuguesas.

Na opinião do Presidente da Câmara Municipal, “a qualidade do produto e a ousadia do empreendedor são duas características muito importantes para o sucesso da CDT”. Paulo Cunha enalteceu a ambição da empresa de chegar mais longe e, numa analogia ao exemplo da CDT, reafirmou que “o nosso concelho tem a maturidade económica que hoje é reconhecida a nível nacional e internacional por causa desta massa, deste ADN, deste arrojo e desta permanente disponibilidade para ir a jogo, arriscar e criar novos produtos”.

Na inauguração das novas instalações da CDT marcaram ainda presença representantes da Federação Portuguesa de Futebol, da Associação de Futebol de Braga e da Associação de Futebol de Vila Real, entre outras entidades.